quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Fevereiro


Sem dúvida alguma Fevereiro é o melhor mês do ano por vários motivos comprovados cientificamente! rs
Primeiro porque é o menor mês do ano, logo trabalha-se menos e ganha-se mais.
Segundo porque é o único mês do ano que temos garantido 4 dias e meio de folga.
Terceiro porque é o mês do carnaval, folia, alegria, verão, praia, sol.. características que tornam o nosso país espetáculo para o mundo e inspiração para muitas músicas...
E por último mas não menos importante porque é o mês do meu aniversário!rs
ADORO Fevereiro!! aliás, adoro Brasil, adoro verão..tudo de ótimo!

Estive pesquisando algumas músicas e não sou só eu quem adora este mês, muitos músicos buscaram inspiração nesta época tão boa e pudeream transcrever tais alegrias e sentimentos em suas músicas, conforme exemplos a seguir:

"Todo mês de fevereiro, morena
Carnaval te espera
Querem te botar feitiço, morena
Mas também pudera.
Se ele pega no teu corpo
Vai ter gente enlouquecida
Querendo entender a tua dança
Querendo saber da tua vida.
" Roberta Sá

"Fevereiro
Alegria
Muita festa
Todo dia!
" Ivete Sangalo

"Moro...
Num país tropical,
Abençoado por Deus
E bonito por natureza, mas que beleza!
Em fevereiro, em fevereiro,
Tem carnaval,
Tem carnaval,
Tenho um fusca e um violão,
Sou Flamengo e tenho uma nega chamada Tereza
." Jorge Ben Jor

Ótimo mês de Fevereiro pra todos e que possamos levar esta alegria e energia pro resto do ano! :)

quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Meu princípio à princípio...


Li o título de uma música latina "Mi princípio" e na primeira interpretação achei que falasse sobre "princípios", leis pessoais que tomamos como modo de vida, princípios..mas a música falava de início e assim fui ouvindo a música.. no decorrer da letra (o que é fantástico, porque AMO música e música com conteúdo, não só melodia ou ritmo mas acima de tudo letra que me faça refletir e esta me acertou em cheio)percebi que estava certa, fala sim de princípios, ou seja, de começar, iniciar no princípio com princípios, ou seja, defender os próprios princípios, idéias, leis pessoais, assim, só pra começar! E o fantástico de se defender idéias próprias é exatamente o risco que se corre de ser mal interpretado ou de não haver concordância, e muitas vezes por medo dessa não aceitação é que costumamos agir pela opinião da maioria, pelo princípio comum da sociedade que nada questiona, não sofre retaliações mas que também não se expõe, não se mostra como verdadeiramente é!
Todos nós temos nossos princípios pessoais, alimentados pela nossa educação familiar, pela sociedade que vivemos, pelas experiências que tivemos e pela necessidade de integração com as pessoas com as quais convivemos e a soma disso tudo demonstra quem somos perante ás pessoas, contudo além de toda esta demonstração externa temos nossa forma de pensar íntima, singular e pessoal a qual não contamos pra ninguém. É aquela opinião que formulamos dentro da nossa cabeça mas que não contamos pra ninguém por medo da ridicularizarão, da vergonha, de rirem da nossa idéia absurda, revolucionária ou "nada a ver" e justamente essas idéias que ninguém vê ou lê em nós é que determina o que de fato somos quando ninguém está vendo e nos determina como agir perante a vida e suas agruras, nossa forma de encarar a realidade externa com nossa realidade interna.
Ter princípios por princípio nada mais é do que ter um posicionamento pessoal perante á vida. Não há nada de errado em se encaixar e modular pra caber bem na convivência com nossos semelhantes, mas que possamos além disto ter sim um princípio pessoal e quando necessário conseguir expor sem se intimidar com o que os outros irão pensar, pois acima de tudo devemos ser fieis a nós mesmos, á nossa inteligência que não deve ser subestimada mas respeitada, sem ser imposta ou que haja necessidade de briga para se defender, mas que estes princípios sejam sutis em nossa forma de agir ao mesmo tempo que é forte em nossa forma de pensar! Princípios, assim, pra variar e só pra começar...
" Parece el final, pero es mi principio...Prefiero la soledad A vivir sin mi verdad"

P.S.: a música que ouvi e mencionei acima é da cantora Californiana/Mexicana Julieta Venegas que adorooo e quem quiser conferir seu trabalho basta acessar o link: http://www.youtube.com/user/julietavenegas

quarta-feira, fevereiro 03, 2010

Superego com Super Poderes


Eu sempre quis ter super poderes! Adoro histórias em quadrinhos e seus super heróis, cada um com um super poder que seduz crianças e adultos. Costumo questionar para as pessoas "Se você fosse um super herói, qual super poder você gostaria de ter?" e tenho o mais variado tipo de resposta, desde voar até comer sem engordar rs, ou se espelham em algum super herói específico e já soltam "Gostaria de ser o Super Man" mas também já ouvi "Gostaria de ser o Shrek"! hahaha vai entender.
Particularmente o super poder que eu gostaria de ter é a junção de dois: o poder de ler os pensamentos com o poder de ficar invisível! Seria demais, imaginem poder saber tudo o que a pessoa está pensamento em contrapartida do que está falando! é tão legal quanto seria poder resolver ficar invisível justamente naqueles dias em que não se quer ver ninguém, ou naquelas situações em que você se depara com uma daquelas pessoas "queridamente chatas" no corredor do shopping e não há tempo hábil de tangentemente virar á direita! rs, ou em situações que os super heróis geralmente se deparam em um conflito com um super vilão e naquelas batalhas épicas pela defesa do universo poder antecipar seus movimentos lendo seus pensamentos e ficar invisível, podendo assim atacar justamente no ponto fraco sem ser visto.. seria perfeito! hahaha e se eu fosse me espelhar em algum personagem específico gosto do "Professor Xavier" do X-Men e também Susan Storm (mulher invisível) do Quarteto Fantástico, rs.
É bem divertido pensar sobre esse assunto, pois o mesmo nos remete para fora da realidade, para um mundo de imaginação, fantasia e realização e exatamente por estes itens é que tais histórias e personagens chamam a atenção dos adultos, pois tais "poderes" revelam problemas e suas soluções de forma fantasiosa e divertida, diferente da realidade que nem sempre possui tais atributos.
A estrutura psíquica segundo Freud é dividida basicamente em 3 esferas: Ego, ID e Superego. A primeira que é o Ego corresponde a parte superficial do indivíduo onde ficam os pensamentos, idéias etc. O ID é o instinto primitivo onde ficam as vontades, desejos etc e já o Superego é o que censura os instintos e as pulsões, ou seja, é a tal da "consciência pesada" e muitas vezes é o vilão da história pois tira a parte boa de tudo aquilo que temos vontade de fazer mas ele vem e diz que "não convém". Há uma comunidade no orkut chamada "Meu superego me odeia" e é uma forma satírica de afirmar que no fundo gostaríamos que o Superego nos permitisse tudo que queremos, como crianças mimadas que fazem birra pra conseguir o que quer e quando consegue fica com aquela carinha de vitória rs.
Seria ótimo se o nosso Superego (que coincidentemente ou não) possui o "super" no início do nome, tivesse super poderes como o poder de abstrair aquele "peso de consciência" nos permitindo ficar felizes mesmo quando a situação não permite ou não convém ou quem sabe também o poder de quem sabe além de nos "frear" nos "conduzir" potencializando nosso sexto sentido para prever situações que provavelmente faríamos algo que o próprio Superego irá reprovar, nos poupado assim da coisa toda desde o início.. em fim..podemos usar a imaginação para dar super poderes não só para o nosso Superego ou para os outros estágios como o Ego e o ID, mas também para todo o resto, afinal sonhar e imaginar não custa nada, rs.

segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Viver com "I" maiúsculo

Ai que saudades que eu estava de postar aqui!! O ano começou, Janeiro já terminou e só hoje consegui um tempinho pra escrever no meu espaço predileto! Mas ok, vou melhorar neste aspecto! rs
Estive pensando outro dia em várias palavras que gosto, inclusive algumas delas já usei como título de algumas postagens e acabei percebendo que algumas delas começam com a letra I, não sei explicar porque, mas coincidência ou não, palavras trazem em sua essência um poder que muitas vezes subestimamos mas quando paramos para defini-las, mencionamos muitas outras mas não conseguimos chegar a uma definição exata e por ser assim, após várias tentativas de definição acabamos optando pelo silêncio reflexivo, o qual sem palavras nos leva a um limiar pessoal e singular onde agregamos valores e significados pessoais para cada palavra de acordo com a experiência singular vivida de cada um e com isso, no decorrer da nossa vida, percebemos que muitas vezes jogamos palavras ao vento mas em outras nos faltam palavras para definir a emoção e a plenitude do momento.
Pensando assim em palavras que eu gosto e que coincidentemente começam com a letra "I", me empolguei e achei palavras como "Intensidade" (meu post q adoro), "Inspiração" (fundamental) "Imaginação"(essencial),"Idealismo"(minha cara), "Ilimitado"(já se explica por si só),"Imensurável"(idem), "Inenarrável"(vida)... e por aí vai...
Que possamos nos apoderar das palavras que nos impulsionam pra frente e pra cima e que 2010 seja um ano de "Iniciativa" e de muitas palavras ou quem sabe de momentos tão bons que nos faltem até palavras!