quarta-feira, abril 27, 2011

Seja você mesmo!

"Seja apenas você mesmo!"
Um apelo simples mas significativo que de tão simples é complexo em sua prática!
Como sermos nós mesmos em uma sociedade que exige que você se adapte a um molde pré criado considerado por muitos com o título de "normal" quando nenhum de nós é de fato "normal"?
Ser você mesmo exige coragem pois pode expor o que você realmente pensa, o que você realmente sente e isto pode em algumas vezes ir na contra mão da normalidade corriqueira.
Ser você mesmo exige uma exposição que nem sempre é bem vinda e por ser assim nos torna pessoas paradoxas, dissonantes daquilo que sonhamos, daquilo que nos realiza e exatamente pela dificuldade de se enfrentar a insatisfação das pessoas, acabamos optando pela não satisfação própria pagando o preço de viver no tal molde enfrentando o espelho, o travesseiro e a própria consciência que nos cobra expontaneidade quando passamos a vida toda sendo "o que os outros esperam que sejamos".
Qual é o preço + caro? o que é mais difícil: enfrentar a insatisfação alheia, os olhos revirados de desaprovação, as bocas tortas de negação ou a própria insatisfação que quer encherguemos ou não ela está lá pra nos dizer e nos cobrar autenticidade?
Confesso que não sei pois eu mesma vivo este paradoxo de fazer o que esperam que eu faça, seguir os moldes que sim, custam caro deixar, em contraponto da necessidade de tranquilidade da minha própria consciência que me cobra todos os dias o simples prazer de ser eu mesma, apenas eu mesma custe o que custar!
Que possamos ponderar, equilibrar e quem sabe fazer as pazes conoscos mesmos, afinal, "Just be yourself" não deveria ser um dever ou obrigação mas sim um dos pré requisitos de uma vida plena e feliz! :)

sexta-feira, abril 08, 2011

Just be and Free

A nova geração de mini famosos pode nem sabem ao certo o que isso significa, mas seus padrinhos são um sucesso. Snoop Dogg continua na expectativa para ser o padrinho da baby Beckham, e agora Elton John confirmou Lady Gaga como a madrinha do seu recém adotado filhote. Durante a exibição do Saturday Night Live o artista anunciou: “Para quem está preocupado com o fato de sermos pais incomuns, não se preocupem, não somos as duas únicas pessoas envolvidas na vida desta criança. Sua madrinha é Lady Gaga… o que é irônico, porque eu sempre disse que Marte não é o melhor local para se criar uma criança. E Gaga ama Marte. Ela diz que lá tem ótimas escolas e boates fantásticas.” O segundo pai confirmou que, além da Gaga ser uma pessoa bem razoável “ela acredita que você pode ser o que quiser ser, e que não precisamos viver num mundo de conformismo. Esta é a melhor mensagem do mundo. A liberdade de ser quem desejar ser, fazer o que quiser e amar quem você quiser.”


Lady-GaGa-Vogue-Magazine-7

Quando eu li isso me deu vontade de levantar e esclamar em alto e bom som " Finalmente alguém me entende!"
Alguém conseguiu definir em poucas palavras o que tenho pensado e ruminado a dias, meses, anos... LIBERDADE!! Quantos de nós temos? sabemos usa-la? temos consciência de sua existência ao menos?
Somos diariamente formatados, enjaulados, engessados e algemados por uma série de situações que nos dizem constantemente que devemos ser isso, ou não devemos ser aquilo. Algemas sociais e chantagens psicológicas que nos fazem andar como carneirinhos em fila indiana todos na mesma direção como seres acéfolos e sem opinião própria.
Eu sou suspeita em falar porque simplesmente AMO a Lady Gaga, essa personagem fruto da mídia que veio para escandalisar e tem cumprido seu papel e o que mais gosto dela e dessa história toda é justamente a mensagem que ela passa e suas atitudes representam que é sobre a liberdade de se ser quem você quiser, do jeito que quiser e como quiser sem se preocupar com o que os outros vão dizer!
Como é bom poder ser você mesmo, agir como manda seu coração, sua consciência sem necessariamente usar os filtros que as outras pessoas lhe impõe. Falando assim me parece até utopia tal sentimento e tal liberdade...
Que possamos ser livres, usufruirmos desta liberdade sem regras e lógico, não confundir liberdade com libertinagem é fazer uso do bom sendo que cabe até dentro da liberdade que queremos e precisamos ter.
Os seres humanos + brilhantes da história não foram pessoas super dotadas ou com QI elevado mas sim seres que não se permitiram ser moldados pela maioria e não diminuiram seu tamanho para caber dentro de uma forma pequena. Foram pessoas que sem ouvir ou sem dar atenção para palavras como "não" ou "impossível", simplesmente foram lá e fizeram, aconteceram!
JUST BE AND FREE!