sexta-feira, junho 05, 2009

Química da Paixão


Estava trocando e-mails aqui com minhas amigas e desses e-mails sempre saem assuntos polêmicos, pérolas e grandes risadas... momentos deliciosos!
No assunto de hoje estávamos comentado o poder que certos filmes tem sobre nós, o quão é gostoso assistí-los e muitas vezes assistimos mais de uma ou duas vezes, assistimos várias vezes e o tema era "porque é assim?" Comecei a divagar sobre o assunto e queria compartilha-lo com vocês...
Bom, racional e psicologicamente falando, nós somos atraídas pelos sons, belas fotografias, pelos efeitos especiais, pelo sobrenatural, pelo fantasioso, pelo irreal e de tão maravilhoso surreal e tudo isso provoca uma sensação de bem estar, de aconchego, de realização quando vemos cenas ao assistir filmes que o nosso cérebro não distingue se é real ou não.. ou seja, porque será que nós mulheres adoramos assistir filmes romanticos? Porque isso supre nossa necessidade de romantismo na vida real.. e mesmo quando estamos fartas disso (quase uma lenda) ainda assim continuamos querendo mais e mais porque quando estamos em um ambiente romantico (com alguém ou vendo um filme) nosso cérebro produz substâncias químicas que viciam, uma droga que causa dependencia...
É uma verdadeira overdose de substâncias químicas como: adrenalisa (ação, empolgação), ocitocina (paixão), feniletilamina(neurotransmissor da paixão), dopamina (calmante do amor) e serotonina (alegria, euforia)... ou seja, impossível se controlar e resistir neh!

Mas aí vem aquela afirmação fatídica: "Filme é uma coisa, realidade é outra!" e químicas diferentes bombardeiam nosso cérebro deixando-nos deprimidos com a constatação de quem nem tudo é Hollywood, como quando comemos açucar demais e tudo fica lindo, derrepente a taxa de açucar no sangue cai e temos uma hipoglicemia trazendo uma sensação horrivel...
Ok, é assim mesmo e com todo mundo, a discrepância entre a realidade e a fantasia é grande, ainda mais para quem não tem ninguém ao lado e surgem frases previsíveis como: "calma, uma hora vai aparecer alguém legal", é péssimo de se ouvir porque você já está cansada de ouvir e pior, de esperar! Mas infelizmente é real, calma.. uma hora aparece alguém legal, só não baixe a guarda nem deixe a peteca (auto-estima) cair, afinal como dizia nosso Frejat (procuro um amor q seja bom pra mim, vou procurar eu vou até o fim... pode ser q eu a encontre numa fila de cinema, na esquina, ou numa mesa de bar)... e se até o Frejat já filosou sobre isso é sinal que o problema não é com você amiga, mas com todo mundo!

Sendo assim, aí vai uma dica: se assistir a um filme que mistura ação, suspense, sobrenatural, desafio e romance causa toda essa liberação hormonal tão legal, imagine o que pode acontecer quando nós quem causamos uma overdose de sensações em alguém?
Ou seja, se queremos que alguém fique literalmente viciado em nós basta provocar neste alguém sensações reais sendo mulheres agradáveis, divertidas, frágeis, perfumadas, enchendo-os de elogios e de amor.. é tiro e queda!
Receita: Usarmos a química da paixão a nosso favor e química funciona!

Nenhum comentário: