segunda-feira, maio 21, 2012

Pausa pra doer...


"Quem não tiver uma Amy Winehouse dentro de si que se apresente. Vai se apresentar para uma platéia vazia, obviamente, pois nessas ninguém está interessado. Mulheres que não admitem a sua dor – aquelas que são perfeitamente esquecíveis – não merecem nenhuma poesia, ou rascunho, ou rápida melodia, pois se recusam a abrir mão do conforto de uma farsa em nome de uma verdadeira vocação: a de sofrer belamente."
"Quantas vezes você fez seu melhor e segurou o choro com todas as suas forças, mas quando você pisou na sua casa, correu pro banheiro e desmoronou? Quantas?"

"Dói. Se me perguntarem o que acontece, só saberei responder isso: dói. Se me perguntarem onde é a dor, ainda assim só responderei: dói. Tudo tem a ver com aquele grito reprimido, aquele sonho escondido, aquele choro nem sempre contido: dói. Aquela vontade de cortar a garganta para não poder gritar. Aquela vontade de arrancar os olhos só pra não poder ver. Aquela vontade de esmagar o coração só para não poder sentir. Mesmo com todas essas coisas incapacitadas ainda assim doeria. Porque não está na garganta, nos olhos, no coração. Está em toda parte." #CaioFernando

"O pior é quando você tem que virar pra si mesmo e dizer: ”Puta que pariu, não chora!”

"A pessoa não gostar de você ou a pessoa gostar de você mas não querer gostar de você ou a pessoa gostar de você mas não saber gostar de você... é tudo a mesma coisa. Então não filosofa, não tenta entender, não aprofunda. Só cai fora e pronto. Filosofia profunda de uma pessoa cansada." -Tati B. -

"Tenho orgulho do meu coração. Ele foi enganado, pisoteado, maltratado, amassado e continua funcionando."

Continua doendo? Sinal que o pulso, ainda pulsa!


Pensamentos soltos...

"A Clarice Lispector é meu lado fofo. A Tati Bernardi é a minha revolta.
E o Caio Fernando Abreu? Ah, o Caio simplesmente me conhece e sai contando de mim por aí."

Mas posso falar? Tá doendo pracaralho!

"Ele: Não dói usar salto?
Ela: Dói, mas garotas aprendem a suportar a dor sem cair. Mesmo quando o assunto não é sapato."


" Eu sei que dói. É horrível. Eu sei que parece que você não vai agüentar, mas agüenta. Sei que parece que vai explodir, mas não explode. Sei que dá vontade de abrir um zíper nas costas e sair do corpo porque dentro da gente, nesse momento, não é um bom lugar para se estar. Dor é assim mesmo, arde, depois passa. Que bom. Aliás, a vida é assim: arde, depois passa. Que pena. A gente acha que não vai agüentar, mas agüenta"… - Caio F. -


Nenhum comentário: