Abrir os olhos e enxergar!


"Abri os olhos, não consigo mais fechar..." Ouvindo esta música da Sandy (sim, eu adoro a Sandy e estou ansiosíssima pelo novo album dela, mas este é outro assunto, rs) fiquei refletindo sobre várias coisas e quando páro pra refletir o pensamento voa longe, viaja, voa nas asas da imaginação e criatividade sem fim... é tão bom mas será que é bom mesmo? Até que ponto é bom abrir os olhos e enxergar as coisas e a vida como realmente ela é e encarar a realidade de que nem tudo é como sonhavámos, que os planos que um dia fizemos nem sempre são tão fáceis de se alcançar e questionar verdades absolutas que ao se questionar passa-se a encara-las como verdades relativas, subjetivas... reflexões inconclusivas!
Um grande amigo postou em seu blog que acompanho e recomendo (Identidade Pos-moderna) um post que abordava até que ponto é bom saber toda a verdade, pois esta nos liberta ou nos escraviza? saber de tudo é bom ou enxergar a vida usando óculos cor de rosa é + saudável mesmo não sendo a realidade e sim uma alienação? O fato é que sou e sempre fui do tipo que ainda prefiro saber de toda verdade, sinceridade sempre, verdade e clareza em primeiro lugar e meu eterno questionar sempre me fez enxergar até "o que eu não quero enxergar", ver e antecipar ações e reações antes mesmo das pessoas terem consciência disto. É legal ser assim? nem sempre! As vezes machuca enxergar certas coisas, decepcionar-se com pessoas, descobrir mentiras etc, mas por outro lado também faz bem, ninguém nos engana, nos passa pra trás e se isso acontece é só quando permitimos que assim seja e não por ignorância. Acho que maturidade é isso! Seria legal voltar a ser criança e agir inconsequêntemente? sim, seria e era super legal ser criança, mas a vida não pára e sem termos opção de escolha crescemos, hoje somos adultos e nesta altura da vida cabe a cada um de nós ter coragem e encarar a vida de frente e amadurecer com ela ou prender-se a inconsequências infantis pro resto da vida pois cada um de nós temos sim esta escolha que é o livre arbítrio, contudo as consequências vem, querendo-as ou não.
Quanto á mim, tenho coragem e peito suficiente pra amadurecer e encarar a vida com esta visão e as consequências que isso trás! Sim, abri os olhos e não consigo mais fechar!! E sou muito feliz e satisfeita comigo mesma sendo assim!
"Sei mais do que eu quis
Mais do que sou
E sei do que sei
Só não sei viver
Sem querer ser
Mais do que sou
O fato é o ato da procura
E a cura não resiste só
O que era certo eu descobri
Nem sempre era o melhor
Abri os olhos
Não consigo mais fechar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar
Não sei afastar
A dor de saber
Que o saber não há
Só não sei dizer
Se esse meu ver
Se pode explicar
Enquanto eu penso, tanto entendo
Que é mais fácil não pensar
O que era certo, eu aprendi
A sempre questionar..."


http://www.youtube.com/watch?v=1YlJsJlJ3cc

Comentários

Ariane, gostei muito da sua reflexão, achei muito interessante seu ponto de vista, e te digo uma coisa é no chão da verdade, mesmo que ela seja amarga ou dura, que devemos plantar nossos sonhos, acredito que assim a vida possa se tornar mais doce e leve para todos,

beijos
do Geraldo.
Ariane disse…
Que lindo Geraldo, é isso aí, captou bem meu pensamento e disse tudo "plantar os sonhos no chão da verdade" adorei! Obrigada!
Esta muito inspirada! parabens.
um dia vou ser assim tbm.
Ariane disse…
Imagina Johnny.. até parece, eu é quem quero um dia ter o blog acompanhado por uma doutora da Unicamp! Tenho orgulho de estudar com vc! E quem quiser conferir que tenho razão basta seguir o blog: http://identidadeposmoderna.blogspot.com
Angélica Lins disse…
O Geraldo foi fantástico em sua frase: "plantar os sonhos no chão da verdade". Acredite nas coisas com toda força do seu coração, pois quando acreditamos a possibilidade já existe!
Acredite que é possível viver com verdade ao seu redor, até porque,você merece.

Adoro estar aqui, adoro você por lá.
Incontáveis beijinhos...

Postagens mais visitadas